27 de outubro de 2009

Vazio

Estou ausente do mundo...
Desejo um abraço sem fim.
Abafa a minha solidão,
Devolve o meu sorriso.
O vazio consome o que sou...
no silêncio falo o que sinto.
Ninguém ouve o grito,
Ninguém sente a dor.
Resisto o tempo todo,
para não te chamar.
Tenho que aprender...
Aprender a viver sem ti!
Não te posso ter neste vazio.
Vazio que vivo no mundo,
Neste mundo que és Tu.

7 de Outubro de 2008

Sem comentários:

Enviar um comentário